Meditação para iniciantes: aprenda em casa

Última actualización 21 de Mayo del 2020

user

Adriana Suarez

Meditação para iniciantes: aprenda em casa Meditação para iniciantes: aprenda em casa

A quantidade de estímulos que experimentamos por dia é infinita. Milhares de notificações por hora, chamadas constantes e más notícias a todo volume. É inevitável que isso nos afete, alterando o sono, interrompendo nossa estabilidade emocional e alimentando-nos de pensamentos negativos sem propósito.

Mas podemos parar com isto, e hoje quero dar a você uma opção em que vale a pena dar um duplo clique. A meditação tornou-se relevante nos últimos anos para fazer uma pausa em nossa carreira acelerada e buscar nosso próprio bem-estar, equilibrando nossa mente saturada.

Conheça mais a sua mente durante o isolamento

Se você se encontra nessa situação ou está simplesmente interessado(a), aqui estão algumas dicas de meditação para iniciantes:

Criando o mood

É importante ter um espaço pacífico e dedicado apenas para começar a meditar. Pode ser em um canto do seu quarto que você encontra aberto, um jardim ou um terraço. De preferência, não escolha uma área compartilhada pelo resto das pessoas com quem você mora — mantenha-se livre de distrações.

Analise também o som que circunda o local — se você tiver isolamento acústico, melhor ainda. Use roupas confortáveis e folgadas, sem acessórios, como um relógio ou uma pulseira que aperte. Para uma imersão ideal na meditação, é vital que você se sinta livre e concentrado(a).

Adotando a postura

Agora que você configurou a atmosfera certa, sente-se com as costas retas. Mantenha os ombros e os braços afastados do pescoço, relaxados o tempo todo. Se você não se sente à vontade sentado(a) no chão, pode se apoiar em uma almofada ou tapete — também pode se sentar em uma cadeira ou deitar-se. 

Seja qual for a posição que você adote, é importante não gerar nenhum tipo de tensão no corpo. Através da respiração, durante esta prática, você pode se corrigir se cometer um erro.

Que os seus pensamentos não o(a) detenham

No processo de iniciação à meditação, é normal que você se encontre com pensamentos perturbadores, problemas que lhe causam angústia e insegurança ao tentar saber se está fazendo de um jeito correto. Não se preocupe, aceite o que acontece e permita-se continuar; é um sentimento muito normal de meditação para iniciantes. Você pode controlá-los melhor à medida que avançar.

 

 

Escolha a técnica mais adequada para você

Meditação clássica

Eu recomendo que você comece com este método para trabalhar, primeiro, na sua concentração. Com a meditação Zen, você pode se concentrar em um objeto, emoção, imagem ou ideia. Aqui, você não apenas beneficia sua capacidade de foco, mas também trabalha em sua produtividade para as suas atividades.

Meditação contemplativa

Se você deseja se conectar com o presente e dedicar mais tempo às suas experiências pessoais, esta meditação é para você. Consiste em contemplar o que você viveu sem se apressar em reagir e sem exercer nenhum julgamento. Aqui você é apenas um(a) espectador(a) e deve manter esse papel durante a sessão.

Meditação transcendental

Vamos para um nível mais avançado. Aqui, meditamos com o objetivo de introduzirmos um poderoso estado de consciência, livre do autocontrole mental e de todo pensamento. É ir além de você, transcender. Se você sofre de estresse ou ansiedade, este exercício favorece o resto do corpo e da mente e, assim, nos desconectamos completamente.

Se foi fácil seguir essas etapas, avalie como isso o(a) fez se sentir. Se o resultado foi positivo, tire um momento do dia para praticá-lo — recomendo fazê-lo pela manhã ou antes de dormir.

Quando você se sentir confortável com ele, já poderá adicioná-lo à sua semana e criar um novo hábito saudável em sua rotina. Você se anima? É sempre um bom momento para nos colocarmos em primeiro lugar.

Para continuar explorando mais sobre técnicas que educam nossa mente, não deixe de conferir nosso curso de Mindfulness.

Recomendados para ti