Como começo a produção do meu curta-metragem? 10 dicas de Delfina Jaureguialzo

Última actualización 26 de Junio del 2020

user

Italo Corvetto

Como começo a produção do meu curta-metragem? 10 dicas de Delfina Jaureguialzo Como começo a produção do meu curta-metragem? 10 dicas de Delfina Jaureguialzo

Ter ideias geniais para fazer um curta-metragem é muito mais comum do que conseguir transformá-las exatamente nisso: um curta-metragem. Não basta ter um ótimo conceito; existem muitos aspectos que são necessários para materializá-lo. Muitas vezes acontece que o desejo de realizar essa produção está presente, mas a ideia não.

Tão certo como há muitas coisas que podem dar errado na produção de um curta-metragem, é que existem critérios e sistemas de trabalho que podem nos ajudar a não deixar seus projetos no meio do caminho. Delfina Jaureguialzo, professora deroteiro e direção de cinema do Crehana, compartilhou algumas dicas sobre  como fazer um curta-metragem e iniciar a produção

Você está pensando em produzir seu próximo curta-metragem? Este modelo pode lhe interessar

Como fazer um curta? Dicas do script à edição

 1. Escreva um script simples com base em um argumento (mood board)

Também, você pode achar útil seguir uma ideia que não é difícil de realizar. Para gerar o conceito e o script, Delfina recomenda:

“Primeiro, você encontrará um argumento para contar uma história. Inspire-se com livros, músicas, notícias, etc. Em seguida, ponha a ideia no papel e comece a trabalhar no script. Que seu script não dure mais que 10 páginas. Lembre-se de que uma página de script representa aproximadamente 1 minuto de material editado."

como-hacer-un-cortometraje

Curta-metragem produzido no Crehana para o curso de Delfina

É importante que você não se perca na escrita de página após página, especialmente se for sua primeira produção. Encontrar algo que você possa contar em alguns minutos será o melhor. Assim, você já sabe por onde começar ao fazer um roteiro de curta-metragem.

Descubra os cursos de Produção que temos para você

2. Evite que todos os atores tenham a mesma idade

cortometraje-crehana

Curta-metragem produzido no Crehana para o curso de Delfina

Talvez a coisa mais natural, especialmente se for seu primeiro curta-metragem, seja a união de atores da sua idade. O mais seguro é que você tenha mais acesso a esse tipo de pessoas, mas é necessário transcender essa situação. Sobre isto, Delfina nos explica:

“Quanto mais diversidade (idade, sexo, etnia, etc.) tiver seu curta-metragem, mais interessante será. Uma boa ideia para conhecer novos atores é frequentar peças de teatro.”

Mas por que procurar diversidade entre seus atores? Porque pode enriquecer sua história e o ponto de vista que você deseja expor. Além disso, o público que apreciará nosso curta-metragem será igualmente diverso. Por mais que sua história seja principalmente sobre personagens de uma certa idade, será bom incluir alguns personagens de outros segmentos para complementar sua visão.

3. Ter uma boa equipe é mais valioso do que uma boa câmera

Talvez, quando você pensa em como fazer seu curta-metragem, seja normal que você demonstre preocupação com o equipamento técnico que usará, embora a verdade é que este equipamento seja operado por pessoas. Mostrar mais interesse em montar uma boa equipe pode contribuir muito mais para a equação do seu curta-metragem do que uma câmera cara. E ainda mais se você tiver um orçamento modesto. Para isso, Delfina recomenda:

"Cerque-se de pessoas com quem você tenha uma afinidade pessoal e criativa para formar sua equipe técnica."

4. Pense em uma paleta de cores e prepare um painel de modelos

Talvez você já tenha deixado claro, mas deve ter uma ideia de como se verá cada detalhe em seu curta-metragem. Caso contrário, você deve começar a entender que cada aspecto que aparece na tela pode comunicar algo. Jaureguialzo explica assim:

“Os cenários, a arte e os figurinos também fazem história. Crie uma paleta de cores que transmita a ideia que você deseja contar."

Todos esses elementos farão parte da atmosfera que você deseja transmitir. Para definir este look geral, Delfina fala sobre a utilidade do argumento:

Inspire-se com fotografias, pinturas e revistas. Prepare um argumento. Isso ajudará você e sua equipe a visualizar o look do filme ".

5. Antes de filmar, planeje

Quando você pensa em como fazer um curta-metragem, uma das palavras-chave a serem lembradas é o planejamento. É importante que você não grave sem planejar adequadamente como serão os aspectos da produção. Não apenas para que você tenha uma ideia do que fazer, também para que a logística esteja clara para você e todos os membros da sua equipe. Há muitos detalhes que você deve definir, e Delfina é clara:

“Antes de filmar, visite os locais várias vezes e tire fotos dos enquadramentos que você pensou para o seu filme. Quanto mais preparado você chegar à rodagem, mais cenas poderá fazer. Organize um plano de filmagem realista, levando em consideração o seguinte: horas de luz disponíveis para filmar; transferências de locações; disponibilidade de atores; número de câmeras e conjuntos de luzes. Entenda-se com as equipes de fotografia e produção para garantir que você tenha tempo suficiente para gravar suas cenas.

Se você planeja filmar por vários dias, comece pelos exteriores e atribua um cenário interior de cobertura, se chover.”

6. Distribua seu orçamento equitativamente

Não é uma boa ideia alocar muitos recursos para uma única área de sua produção e deixar outras sem meios para se desenvolver. É verdade que certos projetos podem exigir mais investimento no guarda-roupa, por exemplo, mas sempre deve haver um equilíbrio para que outros aspectos do seu curta-metragem não sejam prejudicados. Delfina explica assim:

“Escolha uma câmera de acordo com suas possibilidades de produção e distribua seu orçamento equitativamente entre todas as áreas. Sua história não será melhor porque você tem mais pixels; no entanto, o vestuário do seu personagem, por exemplo, é essencial para transmitir emoções ao espectador.”

Como já mencionamos antes, cada aspecto que aparece na tela ajudará a contar sua história ou a formar seu ponto de vista.

7. Ensaie com os atores

making-of-cortometraje-crehana

Realização do curta produzido do Crehana para o curso de Delfina

Delfina enfatiza a utilidade de ter ensaios com os atores para tornar as filmagens mais eficazes:

  “Reserve um tempo no set para ensaiar as cenas com os atores, especialmente se houver coreografia ou movimento complicado. Inclua um membro da equipe nestes ensaios para garantir que todxs estejam na mesma página.”

Se for possível gravar os ensaios, você não apenas terá material para revisar e corrigir detalhes, mas também terá resultados que poderá usar na sua montagem final.

8. Organize como gravar os planos de cada cena

Não grave os planos da sua cena sem nenhuma ordem, caso contrário você poderá ter erros de continuidade. Isto também ajudará você a ter uma ideia clara de quanto tempo levará para gravar cada cena. Delfina recomenda:

“Quando você estiver prestes a gravar uma cena, comece com os planos gerais e continue com os planos curtos do mesmo lado. Depois vire a câmera e repita o processo para o contraplano. Quanto mais coisas existirem no enquadramento (personagens, fundos, extras, adereços, etc.), mais complicada é a cena e mais tempo é necessário para filmá-la. ”

9. Preste atenção ao som direto

cortometraje-sonido

O som é um aspecto muito importante da sua produção. Não apenas o som dos diálogos ajuda você a contar a história, mas também os sons de fundo e ambiente ajudam a fornecer o contexto da cena.

“Preste atenção ao som direto na cena. Deixar tudo para resolver na pós-produção pode fazer com que você demore muito tempo para terminar seu curta-metragem. Os processos de pós, tanto de som como de imagem, custam muito tempo e dinheiro.”

10. Corte o que a história não conta

Finalmente, quando você estiver editando seu curta-metragem, não se apaixone pelo material que gravou. Tenha muito claro que há sequências que podem sobrar para o significado final do seu projeto. Sobre a necessidade de gerar esse senso crítico, Delfina diz:

"Na montagem, não tenha medo de cortar e ser impiedoso(a), mesmo se você tiver que tirar uma cena ou plano de que goste, mas que não avance na história."

Estas são apenas algumas dicas que ajudarão você a planejar a produção do seu curta-metragem. Para saber mais sobre os processos de produção de filmes, o curso de direção de filmes e Delfina Jaureguialzo de Roteiro e direção já está disponível no Crehana.

 

 

Recomendados para ti