Por que a gestão de recursos humanos é mais importante agora do que nunca?

Última actualización 08 de Agosto del 2020

user

María Alejandra López

Por que a gestão de recursos humanos é mais importante agora do que nunca? Por que a gestão de recursos humanos é mais importante agora do que nunca?

Com o avanço da digitalização e o papel do trabalho remoto em 2020, a gestão de recursos humanos é mais relevante do que nunca.

Além de recrutar pessoas e desenvolver o seu talento na empresa, a área de recursos humanos é vital para manter a harmonia dos trabalhadores em tempos de incerteza e crise.

Aliás: hoje a área de recursos humanos enfrenta mais desafios do que antes. De acordo com o blog do portal especializado em Recursos Humanos Factorial, em tempos de crise “as empresas têm que mostrar o seu lado mais humano, porque os trabalhadores vão sofrer preocupações diferentes das que costumavam ter”.

Por exemplo, algumas das preocupações que mais surgiram nesta quarentena nos empregadores foram:

• Nervosismo pela situação de trabalho.

• Preocupação com a saúde de seus familiares.

• Medo de contágio do coronavírus.

• Problemas para lidar com o confinamento.

• Dificuldade em se acostumar com o teletrabalho.

Por isso, neste contexto, é muito importante que a área de recursos humanos motive os seus colaboradores, ouça as suas inquietações e necessidades e os ajude a tirar as suas dúvidas ao máximo para poderem dar tudo de si na empresa. Quer dizer: que se concentrem mais do que nunca no seu bem-estar.

Índice

1. Gestão de recursos humanos: ontem e hoje

2. Recursos humanos em uma empresa: qual deve ser o papel neste 2020?

3. Administração de recursos humanos

4. Funções do departamento de RH na volta ao escritório

1. Gestão de recursos humanos: ontem e hoje

Recursos humanos oficina

Foto: Christin Hume para Unsplash 

Embora hoje se fale muito de um "novo normal", termo que busca explicar qual é o contexto em que nos encontramos após a chegada do coronavírus, o certo é que os próximos meses serão muito diferentes do que conhecíamos como normalidade, e a vida profissional é a prova disso.

Como explica a especialista Laura Colombo no artigo “Los nuevos desafíos para los recursos humanos en la era de la pandemia”

da Forbes, “é hora de traçar os cenários desta nova era e estabelecer planos inovadores e modelos de mudança que sejam eficazes para a gestão e aprendizagem de recursos humanos”.

A especialista destaca que, para a área de recursos humanos estar em linha com a conjuntura deste 2020, é importante que leve em consideração as seguintes mudanças que afetam diretamente a sua função.

No Crehana para Empresas, queremos ser seu parceiro de aprendizagem

1. As horas trabalhadas são coisa do passado

Embora talvez várias empresas já tenham voltado ao normal e possam agora trabalhar nos seus escritórios, a verdade é que várias empresas optaram por ficar sem escritório até agora em 2020 (algumas até definitivamente). Colombo sugere pensar em objetivos em vez de horas de trabalho para medir a produtividade dos funcionários.

“O conceito de lugar é substituído pelo de tempo e, em vez de horas de trabalho, nos referimos a objetivos cumpridos”, explica.

2. O departamento de recursos humanos é mais valioso do que nunca

“Recursos Humanos é considerado um ativo que pode 'fazer a diferença', pois incentiva a adoção de estratégias resilientes de combate à crise”, afirma Colombo.

Portanto, hoje os profissionais de gestão de recursos humanos estão mais envolvidos no processo de tomada de decisão das empresas.

Você procura novos talentos para sua equipe de trabalho? Descubra como recrutar remotamente com sucesso.

2. Recursos humanos em uma empresa: qual deveria ser o papel neste 2020?

Videollamada trabajoFoto: Visuals para Unsplash.

Diante dessa nova situação, é importante considerar quais deveriam ser as tarefas primordiais de recursos humanos em uma empresa.

Aqui, analisamos alguns pontos-chave que a área de RH deveria levar em consideração.

1. Manter a equipe conectada

Com o advento do trabalho remoto, muitos funcionários enfrentam o desafio de trabalhar em casa pela primeira vez. Embora isto possa ser positivo para muitos (especialmente aqueles que deveriam viajar várias horas para chegar ao trabalho), também pode ser difícil para algumas pessoas.

Qual é o papel? Manter sua equipe conectada, mesmo à distância. No artigo da Forbes “El futuro del trabajo y cómo prepararnos”  a especialista em RH Rachel Ernst menciona "almoços virtuais" e até "happy hours com videochamada" como atividades de conexão humana à distância.

2. Apostar na flexibilidade sem perder o norte

A chegada do trabalho remoto tem representado um desafio para as empresas que não conceberam a ideia de seus trabalhadores fazerem seu trabalho em casa. Porém, hoje em dia isso não só é possível, mas muitas empresas optaram por ser mais flexíveis do que antes com horários (como mencionamos no primeiro ponto deste artigo).

"Seja qual for a forma de flexibilidade que se adote após uma pandemia, a necessidade de conectividade em tempo real continuará. Os líderes de RH e da empresa precisam manter isso em mente ao adotar a flexibilidade ”, enfatiza Ernst.

O que isto significa? Flexibilidade não deve ser confundida com falta de comprometimento. Uma maneira de fazer isso é definir os horários em que os funcionários devem ficar conectados e/ou entregar suas pendências. Aqui estão algumas ideias para ficar sincronizado(a) com sua equipe à distância!

3. Não negligencie a saúde mental dos trabalhadores

Não é surpresa que a incerteza, o excesso de notícias negativas na televisão e até o isolamento social obrigatório tenham influenciado na deterioração da saúde mental de milhões de pessoas durante a pandemia do coronavírus. Por isso, é importante reconhecer que um dos papéis mais importantes da gestão de recursos humanos em 2020 será garantir o bem-estar de seus trabalhadores em todos os sentidos.

“Desde que permaneçam produtivos, os funcionários devem se sentir capacitados para estabelecer limites no trabalho para preservar sua saúde. Devemos também expandir nossos serviços de saúde mental para que os funcionários apoiem seu bem-estar mental durante este período”, acrescenta Ernst.

Como implementar estratégias de bem-estar no trabalho remoto? Descubra aqui!

Como o Crehana para Empresas ajuda sua equipe?

3. Atividades de recursos humanos

Parece que o coronavírus colocou as atividades de RH em segundo plano. No entanto, a distância não é um impedimento para construir laços fortes com sua equipe. Aqui estão algumas ideias de atividades de recursos humanos para você se reconectar com o valor mais importante da sua empresa: seus trabalhadores.

1. Promova a diversão de sua equipe

Bingo remoto recursos humanos

Imagem: HubSpot

Que tal uma tarde de sexta-feira para reunir toda a sua equipe e jogar um jogo virtual? O blog do Hubspot sugere alguns jogos muito originais e interessantes para experimentar com seus colegas. Aqui estão alguns dos nossos favoritos.

Bingo Remoto: crie uma cartela de Bingo — ou use um template específico como o deste exemplo — e agende uma hora para reunir sua equipe e jogar bingo, um jogo fácil e divertido para relaxar o ânimo de todos.

Concurso de culinária: você pode enviar aos seus colaboradores ingredientes básicos para fazer uma sobremesa em casa e organizar um pequeno concurso de culinária. A ideia é que, juntos, escolham qual é a melhor sobremesa e possam participar juntos do processo. Como? Por meio de uma videochamada.

Clube de leitura: talvez alguns membros de sua equipe sejam muito apaixonados pela leitura. Nesse caso, participar de um clube de leitura pode ser uma ótima maneira de esquecer as responsabilidades do trabalho e conversar sobre um tema específico.

Almoço educativo: envie um convite à sua equipe para participarem de um webinar juntos durante um almoço. “Se os membros da sua equipe têm funções muito específicas que diferem umas das outras, esta pode ser uma excelente oportunidade para aprender um pouco mais sobre o que os outros colegas fazem”, sugere o Hubspot.

2. Mantenha sua equipe informada sobre as decisões da empresa

Com o trabalho remoto, muitos trabalhadores se sentem excluídos da empresa, pois não conseguem ver ao vivo o que está acontecendo em outras áreas. O blog SnackNation,  sugere que a área de recursos humanos compartilhe as novidades mais importantes da empresa com todos os colaboradores.

“Mantenha-os atualizados com informação ‘interna’. São coisas como a direção da empresa e os desafios que enfrenta a equipe de liderança”, aconselham.

3. Celebre sua equipe

Não perca de vista o fato de que o mais importante para colocar a empresa à tona é o trabalho que seus funcionários fazem. Por isso, o RH não pode ignorar celebrações de aniversários, datas comemorativas, entre outras festividades. Com os deliveries, não há mais desculpas para não fazer chegar um detalhe aos colaboradores.

4. Comece uma newsletter

Se a sua equipe de RH ainda não possui uma newsletter, esta é uma ótima oportunidade para fazê-la. O que se sugere? Usar uma comunicação direta e próxima que permita aos funcionários da empresa desfrutar da leitura desse e-mail. Aproveite este espaço para incluir frases motivacionais e dicas para trabalhar em casa!

Procurando por mais ideias? Aqui estão outras estratégias bem-estar no trabalho à distância.

No Crehana para Empresas, queremos ser seu parceiro de aprendizagem

4. Funções do departamento de RH na volta ao escritório

Oficina moderna

Foto: Unsplash

Não há dúvida sobre a importância das funções do departamento de RH para o retorno aos escritórios. Pode-se até dizer que um dos grandes papéis deste 2020 é que os profissionais de RH liderem da melhor forma o retorno dos trabalhadores ao ambiente de trabalho.

Como explica o blog da Universidade IEU de México,“o desafio do departamento de recursos humanos das empresas será recuperar, na medida do possível, a qualidade do clima organizacional para o qual trabalharam, no trato com a implementação de um novo sistema de convivência dos colaboradores”.

Nesse sentido, a famosa consultoria PwC oferece alguns conselhos importantes para a área de RH conduzir com sucesso o retorno ao “novo normal”.

1. Leve em consideração a saúde de seus trabalhadores

Embora a quarentena tenha terminado em muitos países, a pandemia não. Portanto, é importante focar na mitigação dos efeitos do COVID-19 nos escritórios. “Proponha um programa de retorno por fases, por local de trabalho e por tipo de emprego. Inspire-se com os dados, não com as datas”, recomenda Manuel Martín Espada no "Guia para o regresso ao escritório" da PwC.

2. Foque nas pessoas e em sua produtividade

Lembre-se que, além de todos os funcionários estarem no escritório compartilhando o mesmo espaço, o mais importante é a produtividade para atingir os objetivos de curto, médio e longo prazos da empresa.

Nesse sentido, organize quais trabalhadores devem retornar ao escritório e quais trabalhadores podem continuar trabalhando em casa até que a situação se normalize. Leve em consideração em qual espaço eles podem ser mais produtivos (e, é claro, ficarem seguros).

3. Aposte na mudança digital

“Acelere a aposta pelo digital e comece com as tecnologias e processos que permitam que os seus colaboradores sejam mais produtivos”, aconselha Martín Espada.

Como o Crehana para Empresas ajuda sua equipe?

4. Projete horários personalizados

Nada será igual na nova normalidade e, por isso, os horários de retorno ao escritório devem estar de acordo com esta nova situação. “Não leve em conta apenas as necessidades de distanciamento físico, mas sim as preocupações dos colaboradores com responsabilidades em suas casas ou com questões de saúde deles. Recomende e ofereça alternativas de transporte seguro, principalmente para quem depende do transporte público”, explica Martín Espada.

Por exemplo, se você tem trabalhadores com filhos, lembre-se de que este ano não haverá aulas presenciais. Por isso, muitos pais precisarão estar em casa para ficar com os filhos a maior parte do dia. Não perca de vista que cada trabalhador tem necessidades diferentes.

Como será o trabalho após a quarentena? Aqui nós contamos para você!

Recomendados para ti