O que é uma Fintech e por que está revolucionando o sistema financeiro?

Última actualización 27 de Julio del 2020

user

Manoel Silveira

O que é uma Fintech e por que está revolucionando o sistema financeiro? O que é uma Fintech e por que está revolucionando o sistema financeiro?

É muito provável que você tenha se perguntado: o que é uma Fintech?, já que nos últimos anos elas estão dando muito o que falar.

As Fintech chegaram para mudar todo o sistema financeiro tradicional, tanto em pessoas físicas quanto em empresas.

Elas são as intermediárias no mundo das finanças em diferentes aspectos, em transferências de dinheiro, empréstimos, compras e vendas de títulos de propriedade e também se concentram em consultoria financeira e investimentos.

Mais do que treinar sua equipe, transforme-a. Torne isto possível com o Crehana Empresas

Estas empresas estão crescendo exponencialmente e decidiram competir com os bancos tradicionais, já que estes possuíam quase todo o monopólio financeiro.

Se você quiser saber como as Fintech revolucionam o mundo financeiro, preste atenção ao artigo!

Índice

1. O que é uma Fintech?

2. Como funcionam as Fintech?

3. Entendendo as Fintech

4. Tipos de Fintech

5. Fintech vs. banco tradicional

6. Startup e fintech

7. Crowdfunding e Fintech

1. O que é uma Fintech?

A tecnologia financeira, também chamada Fintech, é usada para descrever as novas ferramentas que buscam melhorar, inovar e automatizar o uso dos serviços financeiros.

As startups têm utilizado as Fintech como um meio de reduzir custos e simplificar processos.

O objetivo é criar serviços fáceis de contratar, entender e com preços razoáveis para o mercado. Esta acessibilidade permite um maior alcance de pessoas, empreendimentos e empresas. Isto se aplica a investidores e mutuários.

Desenvolva um DNA digital com o Crehana para Empresas

celular dinero virtual

Imagem: Freepik

2. Como funcionam as Fintech?

As Fintech operam principalmente como integradoras de ofertas de empresas de serviços financeiros, por meio de uma tecnologia que aprimora o uso e a entrega aos consumidores.

Elas foram criadas para ajudar empresas, empreendimentos e pessoas físicas a gerenciar melhor suas operações, processos e vidas.

Com o uso de um software e algoritmos especializados, usados por computadores e smartphones, estas novas tecnologias oferecem os mesmos e melhores serviços que os bancos tradicionais — mas on-line.

3. Entendendo as Fintech: definição

A definição de tecnologia financeira pode ser aplicada a qualquer inovação em relação à transação comercial. Podemos começar desde a “invenção do dinheiro digital” aos aspectos contábeis.

No entanto, hoje, quando nos perguntamos: o que é uma Fintech?, podemos descrever uma variedade de atividades financeiras que geralmente não precisam da ajuda de uma pessoa.

Entre as variedades financeiras, podemos citar: transferências de dinheiro em canais digitais, depósito de um cheque pelo smartphone, solicitação de crédito on-line, crowdfunding (financiamento coletivo) e muito mais.

Temos certeza de que você também usou e continua a usar uma Fintech como parte de sua vida diária.

A CNBC International conta neste vídeo como a indústria das Fintech funciona a nível mundial.

4. Tipos de Fintech

Existem vários tipos de Fintech que fornecem soluções digitais:

• Financiamento de pessoas físicas e jurídicas

• Transferência de fundos

• Assessoria financeira e investimentos

• Pagamentos e cobranças por meio de um smartphone

• Investimento

• Finanças pessoais

• Distribuição de produtos financeiros

• Empréstimos

• Crowdlending

• Crowfunding

• Factoring

• Financiamento às vendas

• Mini crédito e microcrédito

• Câmbio

• Bitcoin/Blockchain

• Neobanks e Challenger banks

• Remessas

5. Fintech vs. banco tradicional

O embate entre os horizontes tradicionais de expansão bancária e as Fintech está dando o que falar no mundo financeiro.

Até o momento, as instituições que prestam serviços financeiros oferecem o mesmo serviço que favorece a organização e não o cliente.

O escopo desses serviços fornecidos varia de serviços bancários tradicionais a serviços hipotecários e comerciais.

E, na sua forma mais básica, as Fintech conseguem dividir esses serviços em ofertas inovadoras e individuais.

A combinação de ofertas otimizadas com tecnologia permite que as empresas de tecnologia financeira sejam mais eficientes, reduzindo os custos em cada transação.

tarjeta celular

Imagem: Freepik

É importante mencionar que os bancos tradicionais prestaram muita atenção e investiram muito para ter um sistema muito semelhante ao das Fintechs.

Lembre-se de que, nas mudanças desses canais com sistemas desatualizados, não se trata apenas de investir mais em tecnologia. Pelo contrário, para competir com essas startups, é necessária uma mudança importante de pensamento, processos e tomada de decisões e, muitas vezes, na estrutura corporativa.

Sabe como os líderes mais famosos gerenciam suas reuniões? Descubra aqui.

Por que as Fintech são o presente/futuro do setor bancário? Henri Arslanian, Líder da PwC FinTech & Crypto para a Ásia, faz uma palestra inspiradora no TEDx Talks sobre esse tópico.

 

6. Startup e Fintech

As startups de Fintech mais conhecidas e financiadas compartilham uma mesma característica: elas são desenhadas para desafiar e eventualmente "usurpar" os prestadores de serviços financeiros tradicionais.

Suas skills são: agilidade no atendimento a um segmento mal atendido e agilidade na prestação de um serviço melhor.

Em resumo, se você já sentiu que não podia confiar em um banco tradicional por causa de suas altas taxas de juros, provavelmente uma das startups de Fintech tenha uma solução para você.

No Crehana para Empresas, queremos ser seu parceiro de aprendizagem

7. Crowdfunding e Fintech

As plataformas de crowdfunding permitem que usuários da Internet e de aplicativos enviem ou recebam dinheiro de outras pessoas. Elas conseguiram fazer com que indivíduos ou empresas reúnam fundos de diferentes fontes, e todos esses recursos arrecadados estão em um só lugar.

O crowdfunding e as Fintech coexistem desta maneira:

Em vez de recorrer a um banco tradicional para um empréstimo, agora é possível conseguir diretamente doações financeiras para obter a ajuda necessária, financiando um projeto em troca de recompensas ou de participações de forma altruísta.

Você precisa de inspiração? Confira este artigo sobre Os empresários latino-americanos que você precisa conhecer..

Existem Fintech bem-sucedidas que estão dando o que falar no mercado mundial:

Chime

É um "neobanco" digital que oferece contas correntes, cartões de débito e serviços que arredondam as compras e depositam os centavos extras numa poupança.

Alpha Credit

É uma empresa Fintech com um dos maiores crescimentos da América Latina, que oferece soluções financeiras e de crédito ao consumo para PMEs.

Toast

Ela fabrica dispositivos de ponto de venda para restaurantes que lidam com tarefas complexas, como o gerenciamento de estoque de alimentos.

Perno

Possui um software de pagamento móvel para páginas da web com comércio eletrônico. Incorpora análise de vendas, prevenção de fraudes e também tem uma garantia para cobrir qualquer perda por fraude.

 

Finalmente, a Ffintech é uma indústria que continua a florescer e crescer com muitas práticas para melhorar nosso sistema financeiro.

Algumas tendências que serão vistas entre este ano e o próximo são o aumento de “robo-advisors” no mercado de ações, o uso do blockchain para combater a lavagem de dinheiro, a implementação de créditos alternativos e a descentralização dos pagamentos globais.

Desenvolva uma cultura de longlife learning com o Crehana para Empresas

Recomendados para ti