Os tipos de liderança que uma crise exige de nós

Última actualización 27 de Septiembre del 2020

user

Juliane Angeles

Os tipos de liderança que uma crise exige de nós Os tipos de liderança que uma crise exige de nós

"Quando acordou, o dinossauro ainda estava lá." EsTse famoso microconto do escritor Augusto Monterroso poderia ser aplicado a uma parte do mundo empresarial, que ainda não reconhece suas limitações e não se preocupa em adquirir novas habilidades de liderança.

No entanto, existem líderes que despertaram de sua zona de conforto para adaptar seus estilos de liderança às mudanças empresariais, enquanto outros encontraram em novos tipos de liderança suas próprias fórmulas para liderar. Apesar disso, ainda existem líderes que, como o dinossauro, permanecem em seus escritórios, imóveis e indiferentes à transformação do mercado. Faça a si mesmo(a) esta pergunta: que tipo de líder você é? E agora: que tipo de líder você precisa ser?

No Crehana para Empresas, sabemos que um líder não é apenas alguém que lidera uma equipe, mas alguém com a capacidade de transformar a cultura de uma empresa para conduzi-la ao sucesso. Embora não exista o tipo perfeito de liderança empresarial, um(a) bom(boa) líder saberá como identificar as habilidades a adquirir e os estilos de liderança que devem combinar para se tornar o líder que precisa ser.

Agora, quais são os tipos de liderança que 2020 exige? Conheça-os neste artigo e descubra o que você está fazendo bem e no que deve melhorar.

Baixe grátis nosso webinar sobre liderança

Tipos de liderazgo

  1. Liderança transformacional
  2. Liderança disruptiva
  3. Liderança ágil
  4. Liderança transcultural
  5. Liderança situacional
  6. Liderança laissez faire
  7. Liderança ambiental
  8. Liderança liberal

 

Reconfigurando el liderazgo

A pandemia reconfigurou vários aspectos de nossas vidas: as relações interpessoais, o trabalho, a comunicação, a economia, os estudos, etc. E nessa longa lista de mudanças também encontramos a liderança. Uma liderança em tempos de crise, que teve que se adaptar ao trabalho remoto.

Portanto, queríamos repensar o foco deste artigo, que publicamos inicialmente em fevereiro de 2020, quando o COVID-19 estava apenas começando a se espalhar silenciosamente pelo mundo.

A pergunta seria: que tipo de liderança uma crise exige de nós? É verdade que situações difíceis podem fortalecer ou destruir um(a) líder. Diz-se mesmo que um período de crise é — paradoxalmente — o melhor momento para conhecer as deficiências e qualidades de um(a) líder.

Existe o tipo certo de liderança para uma crise? Há mais de um, embora os(as) melhores líderes sejam aqueles(as) que sabem adaptar seu estilo de liderança ao contexto. Mas, ainda assim, esta situação exige uma reconfiguração da liderança:

 

  • A definição de líder e o que é liderança.

 

Sabemos que não existe liderança absoluta, mas se há algo que quem estudou liderança em crise concorda, é que um contexto adverso exige tipos de líderes que se comuniquem com clareza, possuam inteligência emocional e pratiquem a honestidade.

Situações que exigem que reconfiguraremos a liderança

Situação 1: a incerteza

A pandemia gerou muita incerteza na população mundial. Consequentemente, os níveis de ansiedade e estresse aumentaram em muitas pessoas. Existe um medo latente. Medo de contrair o vírus, infectar entes queridos, perder o emprego, etc. Medo de que a chegada de uma vacina não se concretize ou de que nunca mais voltemos à “normalidade”.

O que um(a) bom líder deve fazer em uma situação de incerteza? Aplicar um tipo de liderança que reconheça essa angústia nos membros de sua equipe como algo natural. Um(a) bom(boa) líder deve entender que sentir incerteza em um momento de crise é uma reação apropriada, não um exagero, por isso não deve ser minimizado

Situação 2: a fake news

A fake news são o vírus da desinformação e, assim como podem se espalhar muito rapidamente e causar alarmes falsos, também podem criar um clima de confusão dentro de uma empresa. Por este motivo, a liderança em tempos de crise exige uma comunicação transparente e uma capacidade de discriminar informações verdadeiras de falsas.

Ao mesmo tempo, exige líderes informados(as) e atentos(as) ao que está acontecendo em seu país e no resto do mundo.

Desta forma, o(a) líder estará preparado(a) para esclarecer o panorama em sua empresa e acabar com boatos e notícias falsas, etc.

Situação 3: trabalho remoto

O trabalho remoto tem suas peculiaridades. Um(a) líder que não entende de novas tecnologias ou de ambiente virtual dificilmente saberá o que sua equipe precisa para se adaptar a essa nova forma de trabalho.

Os(As) líderes devem facilitar as ferramentas e recursos digitais para que suas equipes possam realizar suas tarefas. Também é importante que entendam que trabalhar em casa não significa a eliminação da vida pessoal.

Também devem antecipar problemas técnicos que possam surgir durante atividades remotas: reuniões, brainstorming remoto, etc. 

Situação 4: empatia

Muito se falou em empatia durante esta crise. A verdade é que a empatia não é uma habilidade a ser aplicada apenas em momentos difíceis. Os(As) líderes devem fazer da empatia uma prática constante. Mas como fazer isso?

No artigoVocê perguntou à sua equipe como se sente? Liderar na incerteza”, Anahi Lavado, chefe de RH do Crehana, recomenda que você ouça sua equipe regularmente e comece com estas perguntas:

  • Em que coisas você gostaria de focar mais e ter mais tempo?
  • O que você está fazendo hoje e gostaria de parar de fazer?
  • Se o(a) chamássemos para ser consultor(a) da empresa, o que você nos aconselharia?
  • O que você está sentindo? Quais são os sentimentos que mais o(a) acompanham atualmente?
  • Se X, Y, Z não mudarem, o que você acha que vai acontecer?

Cenário 5: a liderança após a pandemia

É inevitável pensar no futuro e se perguntar: como será a liderança após a pandemia?

Se há algo que tem mostrado essa crise de saúde, é que precisamos de líderes capazes de adaptar seu estilo de liderança de acordo com o contexto, até porque o papel de líder não termina com o fim de uma crise.

O que significa isso? Que você deve se preparar para entender o que virá a seguir: novos hábitos de consumo, novos consumidores, crescimento econômico, etc.

1. Liderança transformacional

Como reconhecer um(a) líder transformacional? É aquele(a) que, principalmente, foca no fator humano e não tem medo de enfrentar riscos. Além disso, está convencido(a) de que as pessoas são a chave para transformar uma empresa; incentiva a criatividade dos membros da sua equipe, acredita neles, motiva-os a crescer e sabe recompensá-los. É transformacional porque modifica a visão das pessoas ao seu redor.

Quando é aconselhável aplicar a liderança transformacional? Quando a empresa precisa estimular suas equipes a buscarem ações e ideias inovadoras ou quando busca fortalecer seu comprometimento e otimismo.

Lembre-se de que o(a) líder transformacional deseja que cada membro de sua equipe dê o seu melhor e seja capaz de se adaptar até nas situações mais complexas. É esse o tipo de liderança de que sua empresa precisa

2. Liderança disruptiva

Esse tipo de líder é aquele que impulsiona a mudança em uma empresa. Se pudéssemos definir em uma palavra, seria inovação. É reconhecido por ter uma atitude crítica e nunca se contentar com os modos tradicionais e preestabelecidos. Ou seja, é o(a) líder que rompe com o status quo e, por isso, às vezes pode ser questionado(a) por seus colegas ou mesmo enfrentar ambientes hostis.

É por isso que, de acordo com a EADA Business School, o(a) líder disruptivo(a) tem três desafios: substituir o senso de segurança por experimentação, a hierarquia rígida por estruturas organizacionais flexíveis e a covardia pela coragem.

A liderança disruptiva, assim como a liderança transformacional, incentiva a participação criativa de suas equipes e confia nelas.

Steve Jobs e Bill Gates são dois exemplos desse tipo de liderança que requer flexibilidade, agudeza, curiosidade e mente aberta. Você acha que esse tipo de líder é o que sua empresa precisa? Se sim, você já sabe quais habilidades solicitar para melhorar a liderança em sua empresa.

Tipos de liderazgo

3. Liderança ágil

Se a burocracia e os processos lineares lideram sua empresa, desenvolver uma liderança ágil pode ser a solução. Em que consiste? Como o próprio nome sugere, este tipo de liderança está atrelado ao ágil, uma das hard skills mais exigidas em 2020.

O(A) líder ágil é aquele(a) que otimizará os processos da organização para tomar decisões rápidas, evitando a dispersão e que a equipe se concentre apenas em uma tarefa. Por isso, está preparado(a) para liderar sob condições de mudança voláteis e incertas. Como o(a) líder revolucionário(a), ele(a) questiona os processos com base em princípios tradicionais.

A chegada desse tipo de liderança em uma empresa supõe a eliminação de processos intermediários ou de validação, mas não é só. Embora um(a) líder ágil seja aquele(a) que estabelece uma cultura de mudança e adaptação, também deve se preocupar em redesenhar a estratégia de negócios. Esses serão seus principais desafios

Promova uma cultura de qualificação contínua. Torne isso possível com o Crehana para Empresas

4. Liderança transcultural

A sua empresa é formada por profissionais de várias partes do mundo? Ou conta com equipes remotamente? Se sua resposta for sim, o que sua empresa precisa é de um(a) líder transcultural.

Esse tipo de líder é capaz de compreender a essência e a forma de várias culturas e diversidades. Ou seja, é culturalmente consciente e também tem a capacidade de se comunicar de forma eficaz. Sabe ouvir e interagir com pessoas de qualquer origem.

Quais são os desafios de um(a) líder transcultural? Por sua equipe em sintonia e entender as diferenças de cada integrante para utilizá-las (da melhor maneira) em prol dos objetivos da empresa.

A liderança empresarial de hoje exige mais líderes transculturais. Você quer ser um(a) deles(as)?

5. Liderança situacional

Sua empresa precisa de um líder que dirija e instrua e, ao mesmo tempo, treine e apoie sua equipe? Então, vamos conhecer o(a) líder situacional, também conhecido(a) como capacitador(a).

Esse tipo de líder é como um guia, pois combina a figura do(a) líder com a do(a) mentor(a). Ou seja, adapta-se à situação e fortalece as competências de cada membro da sua equipe para conduzir a empresa ao sucesso. Como faz? Estabelecendo uma relação pessoal e de confiança com eles.

Para se ter uma ideia de como funciona esse tipo de líder em outro contexto, podemos citar Pep Guardiola ou Zinedine Zidane, dois dos treinadores de futebol mais bem-sucedidos do mundo.

Quando esse tipo de liderança é usado? Quando a flexibilidade é necessária e que os procedimentos sejam repensados. Portanto, os principais desafios de um(a) líder capacitador(a) ou situacional são: fomentar uma cultura de skilling contínua e incrementar o crescimento individual de cada pessoa, para atingir os objetivos da empresa.

Mais do que treinar sua equipe, transforme-a. Torne isso possível com o Crehana para Empresas

6. Liderança laissez faire

Você precisa que as equipes da sua empresa se sintam mais valorizadas e motivadas? Um(a) líder laissez faire pode ser o indicado. Este tipo de líder se caracteriza por confiar que os outros cumpram sua palavra e supervisionar o desempenho da equipe, mas não está diretamente envolvido nos projetos.

É uma liderança que é aconselhável aplicar quando os membros da equipe são experientes. O que se busca é aumentar a produtividade, pelo fato de não haver supervisão direta; assim, as equipes ganham autonomia e podem desenvolver sua criatividade sem limitações.

Quando é necessário esse tipo de liderança? Quando a equipe é formada por especialistas e gerencia seus tempos e recursos, ou quando a equipe está trabalhando em locais diferentes. Também é útil quando se deseja obter resultados rápidos de uma equipe de alto desempenho

 

7. Liderança ambiental

O que é liderança ambiental? É uma liderança comprometida com o meio ambiente. Busca enfrentar a crise ambiental, um dos problemas que afeta todos os seres humanos. Geralmente, está ligada ao ativismo ambiental, de onde saem diferentes tipos de movimentos como a reciclagem, o uso responsável da água, o não consumismo, o uso contínuo de materiais não degradáveis, etc.

Este tipo de liderança questiona o uso de poluentes e o consumo irresponsável dos recursos naturais e sua exploração descontrolada que, como bem sabemos, têm acelerado as mudanças climáticas.

Como desenvolver liderança ambiental em uma empresa? A chave está na inovação. Os(As) líderes devem buscar a implementação de práticas inovadoras, que contribuam para a redução da pegada ambiental e o uso responsável de água, energia e alimentos

8. Liderança liberal

É semelhante à liderança do laissez faire. É um dos tipos de liderança que confere autoridade à sua equipe na tomada de decisões. Embora este tipo de líder estabeleça certas regras no início, não é uma figura com presença permanente na equipe.

Em outras palavras, este(a) líder comunica à sua equipe o que precisa ser feito e permite que trabalhe, confiando que ela fará bem.

O(A) líder liberal sabe que os membros de sua equipe são altamente qualificados. Por isso, espera que assumam a responsabilidade por suas ações e sejam seus próprios guias e controle

Bem, agora que você sabe quais tipos de liderança são mais adequados em uma crise, qual você adaptaria ao seu estilo? Lembre-se de que a liderança em tempos de crise deve ser orientada para a honestidade e a transparência. No Crehana para Empresas, acreditamos que um(a) bom(boa) líder é aquele(a) que se preocupa em adquirir novas habilidades para transformar a mentalidade de suas equipes. Você é um(a) deles(as)?

 

Recomendados para ti