Como ser youtuber e tornar-se um(a) influencer marketing?

Brasil 03 de Abril del 2020

user

Manoel Silveira

Como ser youtuber e tornar-se um(a) influencer marketing? Como ser youtuber e tornar-se um(a) influencer marketing?

Gravar um vídeo caseiro e enviá-lo para o YouTube é simples. Não são necessários muitos recursos — apenas o seu smartphone e o que for necessário para publicar na plataforma — certo? Por exemplo, o vídeo do seu cachorro brincando ou um trecho do último show em que você foi. Não há muita ciência aqui. Mas você pode estar se perguntando: estes vídeos poderiam me tornar youtuber ou influencer?

Lamentamos dizer que não.

Se falarmos sobre fazer vídeos para se tornar um influenciador do YouTube, a história é diferente. Digamos que você precisará mais do que um hobby e um dispositivo móvel.

Então, como ser youtuber?

Ser youtuber é possível, mas não é tão fácil quanto parece. Por esse motivo, nesta nota, reunimos algumas dicas que ajudarão você a se tornar um(a) criador(a) de vídeos com influência.

Seja influencer e viva das redes sociais com este curso que temos para você

O que é um(a) youtuber?

Antes de saber como ser youtuber, você deve saber o que isto significa. Youtuber não é apenas alguém que compartilha dicas de como desenhar ou detalhes de sua vida como empreendedor em um vídeo de 5 minutos.

Youtuber é uma marca pessoal que publica, compartilha e promove seu conteúdo no YouTube de forma estratégica e contínua. Também pode ser uma marca comercial.

O que diferencia um criador de vídeo do YouTube de um usuário que envia vídeos caseiros para o canal? Em princípio, duas coisas: seus objetivos de negócios e seu público.

Em resumo: um(a) youtuber faz vídeos para ganhar dinheiro no YouTube.

Como ser youtuber?

Se você deseja começar a ganhar dinheiro fazendo vídeos nesta plataforma, concentre-se no seguinte:

Para você, isto precisa ser mais do que apenas um hobby

Antes de criar seu canal do YouTube, é recomendável definir seu nicho. Ou seja, seu segmento de possíveis consumidores/assinantes. Aqui estão algumas perguntas que podem ajudá-lo(a) a encontrá-lo: qual público você deseja atingir? Quais são os interesses desse público? Quais são os seus gostos?

Melhore suas habilidades técnicas

Você precisa saber como enviar um vídeo para o YouTube ou compartilhar um vídeo nas redes sociais, como gerenciar sua câmera de vídeo ou o básico da produção e edição de vídeos. Se você acha que não possui as habilidades necessárias, é melhor aprender com um especialista.

Alguns youtubers começam a editar seus próprios vídeos, mas, à medida que obtêm mais lucros e compromissos, delegam esse recurso a editores de vídeo. Se você possui habilidades de edição, pode começar editando-os você mesmo(a).

Edite vídeos no estilo do YouTube com o Pico Navarro

Tenha o equipamento necessário para fazer suas gravações

Estamos falando de uma boa câmera de vídeo, cartões de memória, um tripé, um flash e, é claro, um computador ou laptop.

Programas de edição de vídeo e imagem 

Para vídeo, o mais popular é o Adobe Premiere Pro (disponível para Windows e iOS), seguido pelo Final Cut Pro, desenvolvido pela Apple (que por causa da quarentena do coronavírus liberou este programa por 90 dias).

Para criar as imagens de capa de seus vídeos ou criar formatos para suas redes sociais, o programa indicado é o Photoshop — embora haja, também, uma variedade de plataformas on-line gratuitas que podem ajudá-lo(a) a criar como um(a) profissional. Um deles é o Canva.

Preocupe-se em oferecer conteúdo de qualidade

Faça a si mesmo(a) a seguinte pergunta: este vídeo realmente parecerá interessante, útil e atraente para meu público-alvo? Eles compartilhariam ele nas suas redes? É importante que você priorize três coisas: script, produção e edição. A qualidade é um dos aspectos mais valorizados pelos usuários do YouTube.

Seja constante

O conteúdo que você compartilha e as promoções devem ter uma periodicidade. Por exemplo: você pode escolher um dia da semana para publicar um novo vídeo. Inconstância pode fazer com que seus seguidores percam o interesse em seu conteúdo.

Crie uma marca pessoal

Isto significa ter uma presença sólida nas mídias sociais. Dê prioridade àquelas que seu público usa. Lembre-se de que, através deles, você promoverá seus vídeos e alcançará mais pessoas.

A educação não para! Torne-se um membro Premium aqui

Como monetizar no YouTube?

Basicamente, o YouTube paga a um(a) criador(a) de vídeos por "visualização", ou seja, quando um usuário interage com a publicidade exibida antes do seu conteúdo. Por exemplo:

- quando um usuário clica em um anúncio que aparece no seu vídeo;

- quando um usuário assiste ao anúncio que aparece no seu vídeo por 30 segundos.

Mas isso não é tudo. A renda que um(a) youtuber recebe representa uma porcentagem do que o anunciante paga e depende principalmente de três aspectos:

- o valor pago pelo anunciante;

- o tipo de anúncio escolhido pelo anunciante;

- o número de visitas.

E esta é a parte da história em que demolimos um mito: você não pode ganhar 20 mil dólares por ano sendo um(a) youtuber (como no caso do canal Dude Perfect) de um dia para o outro. O motivo: a receita do anúncio é baixa.

E se você está se perguntando como youtubers ganham dinheiro com anúncios, dizemos que isto ocorre porque alguns de seus vídeos excedem 1 bilhão de visualizações, como clipes de Ryan Kaji, um garoto de 8 anos que lidera a lista dos youtubers mais bem pagos de 2019. Daí a importância do número de seguidores.

Mas não desanime, porque existem mais maneiras de ganhar dinheiro sendo um(a) youtuber.

Associados ao canal

É quando seus seguidores se inscrevem no seu canal e fazem um pagamento mensal para receber seu conteúdo: artigos, sinais ou emojis. Obviamente, para acessar esta modalidade, você deve ter mais de 30 mil assinantes.

YouTube Premium

Ele permite que você ofereça seu conteúdo sem anúncios. Ao assinar esta modalidade, seus seguidores poderão desfrutar do seu conteúdo sem interrupções e apoiá-lo(a) na renda. Além disso, eles podem baixar seus vídeos ou assisti-los sem estarem conectados à Internet.

Super Chat

É uma nova forma de monetização que o YouTube está ajustado. É quando os usuários contribuem monetariamente para que as suas mensagens sejam postadas no feed de bate-papo, para que elas não fiquem perdidas entre as milhares que aparecem a cada segundo. Além disso, eles poderão ter contato com os seus youtubers favoritos durante transmissões ao vivo.

Torne-se um(a) influencer marketing

Se você deseja ser o(a) porta-voz de uma determinada marca, deve ser alguém com influência na Internet. Isto significa, entre outras coisas, ter muitos seguidores. Vamos direto ao ponto: ser influencer marketing, ou fazer marketing de influência, é uma estratégia que se baseia no escopo, credibilidade e qualidade do conteúdo que uma pessoa gera (pode ser um(a) youtuber) para promover um produto.

Portanto, estabelecer alianças ou acordos com marcas é outra maneira de ganhar dinheiro como youtuber.

Os ganhos dependem do contrato que você faz com a marca. As marcas geralmente procuram youtubers em seu mesmo nicho para espalhar sua mensagem comercial. Por exemplo, se você se dedicar a viajar pelo mundo em seu canal, é provável que uma companhia aérea ou agência de viagens esteja interessada em você como porta-voz da marca.

A renda também pode ser obtida por meio de produtos disponibilizados pelo(a) influenciador(a).

Isso significa que posso trabalhar com qualquer marca? Não necessariamente. Sua estratégia de influencer marketing deve estar focada nos interesses/gostos do seu público-alvo. Caso contrário, seu conteúdo poderá se tornar invasivo e forçado, ou até prejudicar a experiência de seus usuários. Por exemplo, se o seu canal é sobre videogames, seria muito inconsistente se, um dia, você recomendasse um creme para os olhos. Seus seguidores perceberão e as perguntas e críticas começarão imediatamente.

Seja um(a) expert em influencer marketing com o curso Marketing com Influencers

Ser ou não ser um(a) youtuber? Se você já tem alguma presença nas mídias sociais, como no Instagram ou no Facebook, isto não deve ser um dilema. Por que não pular para o YouTube? Obviamente, lembre-se de oferecer conteúdo de qualidade e estabelecer uma estratégia de marketing. Até o próximo artigo!

 

Recomendados para ti