Sim, o bem-estar no trabalho pode aumentar o comprometimento da sua equipe

Última actualización 09 de Agosto del 2020

user

María Alejandra López

Sim, o bem-estar no trabalho pode aumentar o comprometimento da sua equipe Sim, o bem-estar no trabalho pode aumentar o comprometimento da sua equipe

Embora o bem-estar no trabalho deva ser fundamental nas empresas, muitas delas colocam-no de lado para se concentrar mais nos objetivos econômicos que podem atingir a curto e médio prazos. A verdade é que não há nada que gere mais rentabilidade do que uma equipa motivada e empenhada em dar tudo em campo.

Aqui, explicamos a você como aplicar ferramentas de bem-estar em sua empresa e como esses programas podem influenciar o engajamento de seus funcionários.

Índice

1. Qualidade de vida na empresa

2. Programas de bem-estar

3. Como implementar programas de bem-estar no trabalho?

4. Benefícios da motivação para o trabalho 

5. Compromisso com o trabalho: como alcançá-lo com bem-estar?

1. Qualidade de vida na empresa

Calidad de vida en la empresa

Foto: Bruce Mars (Unsplash)

Embora há alguns anos as pessoas trocassem de emprego por um salário melhor, hoje vários trabalhadores valorizam mais um desempenho em um ambiente de trabalho que lhes permitam sentir bem-estar e que tenha um clima laboral positivo. Por exemplo, de acordo com um estudo da PwC sobre os millennials no trabalho, esta geração, mais do que qualquer outra, sente-se atraída por empregadores que podem oferecer a eles mais do que um bom salário. 

Em uma pesquisa publicada no estudo "Millennials at work" publicado pela PwC, fica evidenciado que os millennials procuram um trabalho que lhes permita continuar crescendo (por exemplo, um emprego onde possam aprender coisas novas e crescer como profissionais) e horários de trabalho flexíveis. Isso explicaria por que o bem-estar corporativo está crescendo mais do que nunca.

"Na verdade, as iniciativas de bem-estar corporativo devem crescer rapidamente: de US $ 53,6 bilhões em 2018 para US $ 90.700 em 2026", explica o especialista Orlando Mejía no artigo "Bem-estar, uma condição essencial do novo trabalho”..

Felizmente, cada vez há mais empresas que estão colocando o foco de atenção nisso e reconhecendo a importância do bem-estar no trabalho. “Hoje, mais do que nunca, os empregadores perceberam que os motivadores não salariais são inclusive mais valorizados do que a parte monetária e que impulsionam a produtividade e a construção de equipes de trabalho saudáveis”, revela Adriana Garcés, gerente de talento humano da ManpowerGroup Colômbia em artigo no jornal La República da Colômbia.

Imagem: O que os millennials procuram no trabalho?, da PwC

Mas, o que queremos dizer quando falamos de qualidade de vida na empresa? Segundo o Ministerio de Trabajo, Migraciones y Seguridad Social de España,

o bem-estar laboral refere-se ao estado de satisfação alcançado pelo(a) trabalhador(a) no exercício das suas funções. “É fruto de um ambiente de trabalho agradável e do reconhecimento do seu trabalho, que repercute no bem-estar familiar e social”, explicam.

Embora a saúde e a segurança no trabalho sejam fatores fundamentais para a qualidade de vida do(a) trabalhador(a), hoje também se fala em bem-estar quando o(a) trabalhador(a) pode dar o seu máximo potencial em uma empresa. Aqui estão alguns detalhes que você não pode perder de vista.

  • Dê aos funcionários maior controle sobre seus tempos e locais de trabalho: Existem pessoas que podem dar o seu melhor trabalhando com base em objetivos e não com base em horários (um detalhe que foi comprovado durante a pandemia). O trabalho flexível também influencia na motivação do(a) trabalhador(a)!
  • Aproveitar o uso da tecnologia para o bem dos trabalhadores: Segundo Mejía, as novas tecnologias podem “promover a conectividade e a colaboração”. Aqui estão 7 ideias para estar em sintonia com sua equipe à distância. Sim é possível!

 

Desenvolva um DNA digital com o Crehana para Empresas

2. Programas de bem-estar

Programas de bienestar laboral

Imagem: Brooke Cagle (Unsplash)

No artigo “Por que você precisa investir no bem-estar de seus funcionários (e como fazê-lo)”, a especialista em saúde ocupacional Nancy Reardon destaca três aspectos essenciais que você deve considerar antes de implementar programas de bem-estar no trabalho. Não os perca de vista!

Saúde física

Embora seja óbvio que os funcionários devem ter saúde e energia para serem produtivos e cumprirem com sucesso suas responsabilidades durante o dia, muito poucas empresas educam seus funcionários sobre a importância de usar seus seguros de saúde e como usá-los para ter uma melhor qualidade de vida

Que tal chamar um especialista para falar destes temas em seu escritório e fornecer orientação personalizada aos seus colaboradores?

Salud financiera

Saúde e finanças caminham juntas, pois se o(a) trabalhador(a) tem problemas financeiros dificilmente poderá priorizar o seu atendimento médico. O que o Reardon aconselha? Ofereça a seus funcionários acesso a serviços e recursos financeiros para ajudá-los a compreender e superar seus obstáculos e, assim, capacitá-los para administrar com eficácia suas vidas econômicas.

Que tal organizar uma palestra sobre finanças pessoais e poupança? Pode ser uma grande plus para seus funcionários.

Saúde emocional

Nem todos os trabalhadores têm a capacidade de se recuperar facilmente das complicações da vida. Além disso, em tempos de pandemia, vários tiveram de lidar com vários problemas emocionais.

“Nesse sentido, é fundamental manter programas de saúde mental que apoiem seus trabalhadores. Pode ser serviços de saúde mental como dias de saúde mental, Programas de Assistência ao Empregado (EAP) e até incentivos de mindfulness para estimular o funcionário a cuidar da saúde emocional, aconselha a especialista.

Para o portal de gestão de pessoas Factor Huma, também é importante levar em consideração estes aspectos para promover o bem-estar laboral em uma empresa:

Fator social

Junto com horários flexíveis, é importante dar aos funcionários reconhecimento e/ou recompensas à medida que alcançam seus objetivos. Esta é uma ótima maneira de mantê-los motivados! O Factor Huma dá como exemplo o aumento dos dias por maternidade como uma vantagem para as mulheres que dão a luz.

Fator de comunidade

Promover atividades ao ar livre com sua equipe ou participar de ações solidárias em conjunto é uma ótima forma de contribuir para o bem-estar dela.

Como implementar estratégias de bem-estar no trabalho à distância? Descubra aqui!

3. Como implementar programas de bem-estar no trabalho?

Foto: Dylan Gillis (Unsplash)

De acordo com o portal de recursos humanos SupeRRHHeroes,

sua empresa deveria levar estes detalhes em consideração antes de lançar um programa de bem-estar no trabalho:

Especificar os objetivos

Antes de lançar qualquer plano de bem-estar no trabalho, é importante destacar o que deseja alcançar com sua empresa para poder acompanhar os objetivos.

Levar em consideração as necessidades de seus funcionários

Não adianta criar um programa de bem-estar no trabalho se você não levar em consideração as necessidades de seus funcionários. Fale com eles!

“Para conhecer as demandas dos trabalhadores podemos fazer pesquisas de clima de trabalho, reuniões periódicas, caixas de sugestões...”, sugere o SupeRRHHeroes.

Você já perguntou à sua equipe como ela se sente? Aprenda a liderar na incerteza!

Integrar o plano à estratégia da sua empresa

Nenhum plano que busque proporcionar qualidade de vida aos trabalhadores deve ser entendido independentemente dos planos da empresa. Portanto, é importante integrá-lo à estratégia geral da sua empresa para saber quais são as limitações do programa.

Comunicá-lo corretamente

Se seus funcionários não souberem o escopo do plano de bem-estar e como podem acessá-lo, tudo terá sido em vão. Lembre-se de que eles devem ser os mais beneficiados no projeto!

No Crehana para Empresas, queremos ser seu parceiro de aprendizagem

 

4. Benefícios da motivação para o trabalho

Foto: Windows para Unsplash

Se você ainda tem dúvidas sobre a eficácia dos programas de bem-estar no trabalho, ter os benefícios da motivação para o trabalho em seu radar pode ser uma grande ajuda a considerar em sua empresa.

1. Diminua o absenteísmo dos funcionários

De acordo com o Entrepreneur India,

 "outro aspecto maravilhoso dos programas de bem-estar corporativo é que eles podem contribuir para reduzir o absenteísmo nas organizações". E, quanto mais saudáveis seus funcionários forem, menos vezes eles faltarão ao trabalho.

É exatamente por isso que é importante dar igual importância às doenças físicas e mentais. Não em vão, "1 em cada 10 funcionários faltou ao trabalho devido a problemas de saúde mental, 34% por estresse severo e um em cada três por ansiedade ou depressão" (pesquisa de Willis Towers Watson citada artículo da Forbes México)

2. Aumente a produtividade no trabalho

A coach de bem-estar Avni Kaul explica que nem todos os empregados que vêm a um escritório veem o trabalho com a mesma motivação para trabalhar.

“Uma das principais causas do presenteísmo * é a saúde debilitada. E o presenteísmo ocorre principalmente devido a um estilo de vida pobre”, explica ao Entrepreneur India.

Esse seria um dos motivos mais importantes pelos quais o bem-estar influencia diretamente a produtividade no trabalho, uma vez que trabalhadores desmotivados tendem a investir o dia em outras atividades.

* Presenteísmo laboral: de acordo com o portal Psicología y mente,entende-se por presenteísmo laboral “ir e estar presente no trabalho, mas dedicando parte da jornada de trabalho a outras funções que não são próprias do trabalho”.

3. Permita reter os melhores talentos

Não há nada mais desanimador do que perder um(a) grande integrante de sua equipe por não encontrar um ambiente que favoreça seu bem-estar. Como mencionamos no início deste artigo, cada vez mais há profissionais que levam em consideração outros fatores além do dinheiro para continuar em uma empresa.

Além disso, se um empregador está feliz com seu emprego, é mais provável que decida permanecer nele, mesmo que receba outras ofertas de emprego. “Quando uma organização oferece um programa de bem-estar que é também gratuito para seus funcionários, isso mostra que se preocupa com o bem-estar deles”, acrescenta Kaul.

4. Gere um maior sentimento de pertencimento

Tendo em conta que uma pessoa dedica a maior parte do seu tempo ao trabalho, é normal que o(a) trabalhador(a) considere o escritório como a sua “segunda casa”. Portanto, é importante dar a eles todas as ferramentas para enfatizar positivamente esse sentimento de pertencimento.

Neste sentido, o portal Emprende Pyme, garante que o sentimento de pertencimento “afeta diretamente o compromisso com o seu sucesso” e que “consolida o sentimento de união entre os colaboradores”.

5. Compromisso com o trabalho: como alcançá-lo com bem-estar?

Fomentar el compromiso laboral

Foto: Austin Distel para Unsplash.

Um aspecto que não deveria passar despercebido é a estreita relação entre os programas de bem-estar e o comprometimento com o trabalho.

Existem pequenas ações que você pode incorporar em sua empresa para aumentar positivamente o comprometimento de sua equipe. De acordo com o The Happiness Index,  empresa que fornece pesquisas para aumentar o engajamento dos funcionários, estas são algumas áreas-chave nas quais você deve trabalhar na sua empresa.

 

1. Forneça um ambiente de trabalho adequado

Seus funcionários se sentirão mais envolvidos se tiverem um ambiente de trabalho confortável e moderno. O que é sugerido? Implemente uma área onde eles possam conversar e/ou descansar longe de suas mesas. As ideias mais criativas podem fluir aqui!

2. Empodere mais seus funcionários

Se você ouvir suas ideias e delegar responsabilidades a eles corretamente, seus funcionários se envolverão mais com seus papéis na empresa e descobrirão a importância de seus trabalhos.

3. Aposte na transparência

A sua empresa está numa encruzilhada? É importante que você compartilhe os problemas que está enfrentando com seus funcionários. "Se você mantiver seus funcionários no escuro, eles provavelmente se sentirão desvalorizados e sem poder", diz Joe Wedgwood no The Happiness Index.

4. Comunícate constantemente

Além de comunicar os benefícios do programa de bem-estar, é importante conversar regularmente com seus funcionários sobre suas preocupações e responsabilidades. Cuidado: isso não é o mesmo que comunicação para dar feedback.

5. Ajude-os a crescer

Um(a) trabalhador(a) que sabe que pode crescer na empresa é um(a) trabalhador(a) mais comprometido(a). Dê a sua equipe oportunidades de avançar!

“O desenvolvimento profissional é uma parte vital do compromisso dos funcionários. Se o desejo de seus funcionários de 'subir a escada' não for satisfeito, geralmente começarão a procurar outro lugar”, enfatiza Wedgwood.

6. Promueve el tiempo libre

Nada mais motivador do que um líder que cuida do tempo livre de sua equipe. Esqueça e-mails e mensagens nos finais de semana. Promova férias e momentos de lazer para sua equipe! Só então eles estarão mais focados em continuar crescendo com você e a empresa.

Baixe o webinar de marca empregadora

Então, você já sabe! Uma maneira positiva de aumentar o comprometimento de sua equipe com o trabalho é por meio de programas de bem-estar no trabalho. A implementação destes programas pode trazer para você grandes surpresas em 2020.

Recomendados para ti