Como fazer um programa de capacitação eficaz para sua empresa?

Última actualización 31 de Octubre del 2020

user

Jessica Rodríguez

Como fazer um programa de capacitação eficaz para sua empresa? Como fazer um programa de capacitação eficaz para sua empresa?

Atualmente, as empresas se deparam com uma situação incomum no passado: a indústria muda a passos agigantados a cada dia, exigindo uma rápida adoção de mudanças para as pessoas que trabalham nas empresas. Diante disso, a atitude de quem tem muitas pessoas a seu cargo tem sido a de buscar uma solução rápida, eficaz e, o mais importante, que seja capaz de otimizar o tempo de quem tem muitas responsabilidades ao longo do dia. Você quer saber mais? Continue lendo.

O que é capacitação?

A capacitação pode ser definida como qualquer atividade que visa melhorar os hard e soft skills dos trabalhadores de uma organização. As organizações devem encontrar mecanismos que permitam a seus funcionários adquirir novos conhecimentos e habilidades para melhorar seu desempenho no trabalho. Existem vários programas de capacitação, mas todos eles têm um objetivo em comum: transmitir informações valiosas a cada funcionário(a) para aumentar a produtividade.

Capacitação e desenvolvimento

Hoje, mais empresas buscam programas de capacitação. Novas formas de trabalho foram incorporadas — como o teletrabalho — que demandam habilidades digitais que muitos trabalhadores não possuem. A capacitação sempre será um investimento que trará benefícios para o funcionário e para a organização.

Alguns desses benefícios são:

✅ A produtividade é aumentada.

✅ A organização aumenta seus níveis de lucratividade.

✅Os trabalhadores são mais autônomos.

✅ Aumenta a motivação dos trabalhadores.

✅Melhorar a Employee Experience.

Importância da capacitação

Há muito, as empresas oferecem aos seus funcionários um programa de capacitação, seja para incentivá-los a continuar crescendo e obter melhores posições, seja para obter algum tipo de crescimento para a própria empresa. Isto pode se traduzir em mais vendas, melhor atendimento ao cliente ou comunicação lateral e transparente, para citar alguns.

Agora, como mencionamos antes, o tempo está sempre jogando contra nós e, entre a carga de trabalho e a adoção de novas habilidades e conhecimentos, pode ser difícil equilibrar um momento para aprender. Por tudo isso, aqui está um guia de etapas para garantir que você dê a seus colaboradores um programa de capacitação de sucesso.

Como fazer um plano de capacitação?

📌 Defina metas e objetivos

Uma prática comum (não muito recomendada) é adquirir um plano de capacitação de acordo com as tendências atuais ou as necessidades de outras empresas. Isto pode facilmente levar a resultados medíocres, para dizer o mínimo.

Portanto, é essencial ter clareza sobre uma série de objetivos específicos para uma empresa. Para isso, você pode começar com a pergunta: que resultados espero melhorar com este treinamento? Isto deve ser apoiado por uma medição de objetivos em um determinado período de tempo, bem como a identificação de áreas de oportunidade. Desta forma, você não verá apenas uma melhora nas habilidades das pessoas, mas também na primeira linha do negócio.

Idealmente, concentre-se em objetivos que podem ser facilmente medidos e onde o impacto será mais visível. Por exemplo: em vez de ter como objetivo aumentar a produtividade in abstracto, se pode ter como objetivo reduzir os prazos de entrega de propostas de clientes.

📌 Liderança

Alguém tem que se apropriar deste projeto. Desta forma, haverá um(a) responsável a quem recorrer em caso de dúvidas ou sugestões. É possível que em organizações de menor porte ainda não haja um responsável pela área de Aprendizagem e Desenvolvimento, podendo ser assumido por uma pessoa da área de RH ou até o(a) próprio(a) CEO

📌 Inclua quem está no comando da empresa

Em um programa de capacitação de sucesso, os(as) executivos(as) e fundadores(as) definitivamente têm que estar envolvidos(as). Desta forma os demais colaboradores verão que há confiança por parte da empresa e que a realização dos cursos permitirá a aquisição ou aprimoramento de competências.

O compromisso de aprender deve estar presente em todo o organograma, sendo também um dos elementos-chave que farão a diferença entre um programa que produz resultados positivos e outro que não dará.

📌Deja que cada uno tome las riendas de su aprendizaje

É verdade que uma parte importante da formação nas empresas é a medição,  a partir de algumas necessidades detectadas, mas que de forma alguma tem que obrigar os colaboradores a seguir um único programa ou curso, pois pode ser contraproducente.

O ideal é que cada um(a) conduza o seu próprio aprendizado. Claro que se existem prioridades para a empresa é importante deixar claro. Mas o mais aconselhável é que haja motivação por parte dos funcionários para continuar crescendo e aprendendo. Lembre-se de que a métrica deve se concentrar em como a pessoa melhorou em seu trabalho, e o tempo despendido no treinamento não deve ser um fator determinante.

Por fim, deve-se levar em conta que a aprendizagem personalizada e relevante levará naturalmente os funcionários a um maior comprometimento com o trabalho.

 

Recomendados para ti