Qual deve ser a aparência da minha loja on-line? Adicione UX ao seu e-commerce

Última actualización 23 de Agosto del 2020

user

Jenn Cárdenas

Qual deve ser a aparência da minha loja on-line? Adicione UX ao seu e-commerce Qual deve ser a aparência da minha loja on-line? Adicione UX ao seu e-commerce

Neste artigo, deciframos o que é UX para um e-commerce e as boas práticas que você pode usar em sua loja virtual hoje mesmo.

Certamente, você já ouviu o termo UX muitas vezes e não sabe exatamente o que é. O UX refere-se diretamente à experiência de cada usuário no mesmo meio, um produto que aplica UX buscará melhorar a experiência do cliente ciclicamente.

Hoje vamos tirar algumas dúvidas sobre esta "nova" forma de viver a experiência do usuário e vamos contar sobre como aplicá-la dentro ou fora de um e-commerce.

Junte-se à família premium e continue aprendendo em casa

O que é o UX no e-commerce?

Em primeiro lugar, vamos entender de onde vem o termo. David Vilca, líder de produto do Crehana, nos diz que isso convive conosco há muito tempo — na verdade, o UX nasceu graças aos espaços físicos. Nasce a partir do momento em que nos perguntamos: o que o consumidor quer, como vou oferecer e entregar?

Tanto o termo quanto a aplicação funcionam em todas as mídias em que haja experiência envolvida. A prioridade será entender quais são as necessidades do seu negócio e do seu cliente, independentemente de você ter uma loja on-line ou física. Mas, não se preocupe. Partindo destas bases, preparamos o processo e os hacks essenciais para sua atuação em um e-commerce.

Como aplicar UX na sua loja on-line?

David enfatiza fazer uma investigação preliminar do usuário, conhecendo-o e sabendo de suas necessidades. Se você não sabe o que seu consumidor deseja, o que podemos oferecer a ele? Conhecendo sua história ou características, você poderá prestar um bom atendimento com base nos horários em que se conecta, seu perfil e comportamento.

cómo aplicar ux a una tienda online


Uma boa forma de estudar os consumidores é por meio do Design Research, espaço no qual aplicamos formas de pesquisa ao vivo e remota, como levantamentos, mapas de calor, benchmarks, etc. Tudo que permita um entendimento preciso da dinâmica do seu usuário com o produto. Como você abordaria o seu? Depois de planejá-lo, você pode definir algumas ações principais.

Conhecer o seu cliente no e-commerce se traduz em usar a tipografia correta para gerar maior compreensão de leitura, um bom layout de design, descontos claros e processos de entrega de serviços horizontais e amigáveis.

Se falamos diretamente sobre as suas vendas, o principal valor de um comércio eletrônico é dar ao usuário confiança para comprar, e isso se consegue colocando como pilar o tempo, a comunicação e o acompanhamento do pedido; gerando horizontalidade com o usuário sobre sua compra. “Basta um erro para afetar sua marca; a experiência do usuário deve predominar”, afirma David.

Você quer aprender sobre os Fundamentos do Design UX? Inscreva-se neste curso grátis

 

Boas práticas de UX no e-commerce

Para aplicá-lo corretamente, deixamos uma lista de boas práticas ao estilo do Crehana:

1. Quando um(a) usuário(a) entra em seu site pela primeira vez, independentemente de comprar ou não, você deve convidá-lo(a) a fazer parte de sua comunidade. Que se cadastrem e interajam com sua página e que tenham clareza de como fazê-lo.

2. Depois que o(a) usuário(a) estiver dentro, deve haver um bom fluxo de e-mails. Isto ajudará que ele(a) conheça os benefícios que tem.

3. Se tiver algo no carrinho, diga que ele(a) pode comprar; permita que o acesso seja o mais amigável possível à compra.

4. Torne as promoções que você possui visíveis ao usuário por meio de banners, e sempre seja claro(a) na abordagem de comunicação e busca.

 

Após as boas práticas, você também deve considerar alguns don’ts:

 

1. Os textos não devem ser na cor preta. Devem ser cinza escuros para não gerar cansaço. Isto também envolve a experiência.

2. Evite fontes pequenas. Pode causar dificuldade de leitura.

3. Os títulos devem ser muito claros junto com os preços. Se houver desconto próximo ao preço, deve ser diferenciado dos demais e significativo, se possível maior que 4 dólares.

4. Alguém pode não estar satisfeito com seu produto ou serviço. Você deve considerar ter um bom processo de devolução e manter uma comunicação constante.

Temos certeza de que todas estas dicas irão ajudr você a expandir seus negócios. É superimportante que antes de vender algo ou de querer fazê-lo, você se lembre de investigar o(a) usuário(a) e conhecê-lo(a) como se fosse você mesmo(a), porque agora você sabe: não existe UX sem usuário(a).

Se você quiser aprender a escrever textos levando em consideração o UX em um produto, veja nosso curso de UX Writing.

Recomendados para ti